Como fazer o melhor MVP no menor tempo possível

Como-fazer-o-melhor-MVP-no-menor-tempo-possivel

A ideia foi concebida, discutida, testada, criticada e reformulada – finalmente chegou de fazer o melhor MVP possível para validar a hipótese. O tempo, no entanto, é curto, e a pressa para entender os resultados parece jogar contra isso.

Fazer o melhor MVP no menor tempo possível é o sonho de qualquer startup ou empresa estabelecida que quer estar uma nova ideia. Não é sem motivos: seu novo grande sucesso pode estar só esperando por isso!

É claro que não existe fórmula mágica para conseguir um software capaz de obter resultados. Porém, boas práticas podem agilizar significativamente o tempo de entrega, ao mesmo tempo em que elevam o nível adesão do produto final à ideia proposta.

Por isso, separamos algumas dicas para você ter o melhor resultado em seu MVP, podendo testar o quanto antes a sua ideia:

Invista tempo no briefing

Todo mundo tem pressa para começar logo a produção do seu MVP. Mas mais importante do que agilizar a produção é garantir que você investiu o tempo necessário nas fases de planejamento, para evitar ter que passar por elas novamente.

Saber exatamente o que você precisa, com as funcionalidades, os meios de publicação, as interações e as características centrais do projeto é o primeiro passo para um software de sucesso.

Tenha um mapa claro das funcionalidades

Um MVP tem suas funcionalidades especificadas, e as interações entre elas também precisam estar claras. Por exemplo: digamos que seu software seja baseado em um sistema de pontuação de alguma prestação de serviço. A forma como as pessoas pontuarão os prestadores está clara? A forma de calcular a pontuação está definida? As maneiras que mostrarão essa pontuação estão suficientemente esclarecidas? Sabe-se como os usuários utilizarão essa informação?

Por vezes, literalmente desenhar estes processos pode ser a solução. Isso permite que você determine os passos que você quer dar e identificar inconsistências no planejamento.

Concentre-se no que realmente faz parte do MVP

Ao desenvolver uma solução, uma das tendências mais comuns no planejamento é a adição de funcionalidades. Não existe uma regra contra isso, mas é necessário ter cautela: essa funcionalidade realmente é necessária para o teste de conceito.

Adicionar funcionalidades aumenta bastante o tempo de execução, e pode ser um ponto que exige recursos e correções que tirem o foco absoluto que poderia ser dado a funções essenciais.

Ofereça clareza ao repassar informações

Na maioria das vezes, quem participou da idealização não é a mesma pessoa que vai efetivamente programar o software. Por isso, é essencial sempre lembrar que a pessoa que está recebendo as informações não participou das conversas, e não terá como adivinhar o que ficou estabelecido nelas.

Ter clareza sobre cada etapa é necessário para ter o melhor MVP possível, de forma que todos os envolvidos entendam por completo aquilo que devem fazer.

Terceirize a produção para maior agilidade

Um MVP precisa de um desenvolvimento capaz de absorver novas ideias e executá-las de forma precisa e funcional. Fábricas de software são especializadas nisso, tornando-se as candidatas perfeitas para fazer o melhor MVP no menor tempo possível.

Lembre-se, no entanto, que quanto melhor executadas forem as etapas anteriores, maior a qualidade da informação que os desenvolvedores receberão, e mais preciso será o resultado final.