Aplicativo Nativo, Web App e Aplicativo Híbrido: diferenças na hora de escolher o seu!

aplicativo-nativo-web-app-e-aplicativo-hibrido-diferencas-na-hora-de-escolher-o-seu

Se você está pensando em desenvolver um app para sua empresa ou ideia, já deve ter ouvido falar em termos como aplicativo nativo, web app e aplicativo híbrido. Essas são as três categorias que definem o tipo de desenvolvimento que será realizado para o aplicativo.
Não se trata de uma definição de linguagem de programação, mas da estrutura na qual o aplicativo será baseado. Essa estrutura vai desde uma desenvolvida especificamente para rodar sob o sistema operacional em questão, até um único desenvolvimento para rodar de forma a ser interpretado por qualquer navegador de internet, de forma amigável com os diferentes casos de uso.
É sobre as diferenças entre aplicativo nativo, web app e aplicativo híbrido que este artigo se dedica. Esperamos que seja útil e esclarecedor para você escolher o seu próximo passo!

Não é tudo a mesma coisa na hora de desenvolver um aplicativo?
Aplicativos podem se diferenciar de vários maneiras: por tipos de linguagem, integrações, estruturas-base e muito mais. A separação aplicativo nativo, web app e aplicativo híbrido é uma das mais tradicionais, por ajudar a classificar os diferentes níveis de complexidade:

Web App
Web App é o nome dado a uma aplicação desenvolvida para ser interpretada por navegadores comuns, como este que você está utilizando para ler nosso artigo agora mesmo!
Em geral, é feita uma única versão da aplicação para ser utilizada em desktops ou dispositivos móveis, sendo ela pensada de forma responsiva e adaptável a todos os formatos. De forma muito simplificada, pode-se fizer que ela é simplesmente um site.
Trata-se de uma opção que costuma ser acessível e permite que um único desenvolvimento atenda a todas as demandas. Porém, este tipo de aplicação geralmente não consegue utilizar recursos nativos dos aparelhos de forma fácil, apresentando algumas limitações em termos de funcionalidades.

Aplicativo Nativo
O aplicativo nativo é aquele desenvolvido pensando especificamente para cada plataforma. Quem opta por um app nativo para Android e iOS, por exemplo, precisa contar com duas compilações diferentes, desenvolvidas de forma integrada, mas individual.
Isso torna possível utilizar praticamente todos os recursos do dispositivo, como câmeras, GPS, mídias do aparelho, contatos, etc. Do outro lado, costuma ter um custo mais elevado, por se tratar de algo mais específico, complexo e segmentado.

Aplicativo Híbrido
O aplicativo híbrido é uma mescla entre as duas opções, podendo utilizar alguns recursos do aparelho sem elevar tanto os custos, mas restrito a algumas opções da plataforma utilizada e, ainda, não sendo otimizado para cada sistema operacional. Em geral, é feito sobre uma plataforma intermediária, que converte o código original para cada sistema operacional.

Qual é melhor?
Na prática, não existe uma opção absolutamente melhor do que a outra. O importante é avaliar qual deles é mais adequado para as suas necessidades atuais.
E isso não é conversa para evitar a responsabilidade de dar a resposta: é a própria resposta. Escolher um software complexo e difícil de manter quando você só precisa das funcionalidades que um Web App já garantiria, por exemplo, é um erro, pois não apenas será mais caro, como não trará o tipo de agilidade que você precisará para lidar com um app simples.
Do outro lado, nada é mais frustrante do que pagar pelo desenvolvimento de um software e descobrir que ele não é capaz de executar o que você gostaria. Pense sempre nas suas necessidades presentes, no custo de manutenção que você está disposto a manter, e quais são os usos potenciais que você precisa no futuro próximo para gerar o melhor custo-benefício para o seu negócio!